Como evitar demurrage em 5 passos simples

Você sabe como evitar demurrage? Quem vive a rotina do transporte marítimo, sem dúvidas, já ouviu ou, até mesmo, viveu esse processo. 

Só que é preciso ressaltar que demurrage onera o processo, uma vez que gera prejuízo para quem precisa transportar mercadorias em alto mar (armadores). 

Pensando nisso, vamos mostrar como evitar o problema, tudo por meio de dicas práticas. Mais especificamente, neste conteúdo, vamos passar pelos seguintes tópicos: 

  • O que é demurrage?
  • O que causa a demurrage?
  • A diferença entre demurrage e detention;
  • Como evitar taxa de demurrage: 5 dicas;
  • Conclusão. 

Aproveite todas as informações e sugestões que nós, equipe Lachmann, preparamos!

Conheça as vantagens de agenciamento marítimo oferecidas pela Lachmann!

O que é demurrage

Demurrage é uma palavra de origem francesa que significa: estadia. 

No dia a dia do transporte marítimo, o termo é aplicado para casos de atraso na devolução de contêiner — seja ele usado de forma avulsa ou, ainda, em conjunto no afretamento de navios. 

A grande questão é que o atraso gera prejuízo ao armador que importa mercadorias. 

Isso porque, quando acontece a demurrage, o alugador do contêiner pode cobrar pelo atraso. 

E é claro que ninguém quer perder dinheiro, ainda mais nos casos de transporte marítimo — que, por si só, — já demanda altos investimentos. 

O melhor, então, é se informar sobre como evitar demurrage. Mais adiante, vamos citar as dicas práticas que evitam o problema. 

Continue por aqui!

O que causa a demurrage?

Antes, ainda, de falarmos como evitar demurrage, é preciso entender as origens do problema. 

Na verdade, não existe apenas uma causa de demurrage. O atraso na devolução do contêiner pode ser consequência de diferentes fatores, entre eles: 

  • falta de berço livre (espaço para o navio atracar no porto e fazer a carga ou descarga);
  • quebra de guindaste usado para colocar ou tirar o contêiner do navio;
  • atraso na entrega da carga;
  • atraso no processo de transporte (em terra) das mercadorias;
  • falta de agenciamento marítimo;
  • atraso no desembaraço aduaneiro (conferência na alfândega).   

Vamos usar um exemplo para simplificar o assunto…

Imagine que você — como armador precisa transportar um conjunto de contêiners com aparelhos eletrônicos. 

Todas as mercadorias vêm lá da China. Ao chegar em um dos portos do Brasil, é preciso fazer o desembaraço aduaneiro, ou seja, a liberação da mercadoria (em território nacional) feita pela alfândega. 

Só que, por algum motivo, ocorre um atraso justamente na parte da alfândega. A demora gera, então, a demurrage (atraso na devolução de contêiner). 

Com isso, você passa a ter que pagar uma multa diária para o dono do contêiner. Esse custo não previsto, logicamente, vai gerar prejuízos para o caixa da sua empresa de transporte. 

Observação: o cálculo da demurrage é diário e, além disso, em dólar. 

A multa começa a contar do dia em que o contêiner chega ao porto de destino, até a devolução do compartimento vazio (período também chamado de free time). 

O valor total, dessa forma, pode ser bem variável. 

A diferença entre demurrage e detention

Tanto a demurrage quanto a detention são termos ligados a atrasos. Isso explica porque, vez ou outra, eles são confundidos. 

Então, para evitar equívocos e confusões, o melhor é esclarecermos os termos. 

Nesse caso, a demurrage é a multa aplicada quando se extrapola o free time (período acordado entre a chegada do contêiner no porto de destino a entrega do compartimento vazio). 

Já a detention também é uma multa, só que aplicada em atrasos entre a retirada do contêiner vazio para estufagem e a entrega ao porto para exportação. 

Como evitar taxa de demurrage: 5 dicas

Chegou a hora de descobrir como evitar demurrage. Confira só quais são as dicas práticas: 

  1. planejamento adequado dos processos de importação e exportação;
  2. acompanhamento da operação do navio;
  3. monitoramento dos serviços do operador;
  4. negociação de maior free time possível; 
  5. uso de um porto com estrutura adequada

A boa notícia é que, para aplicar todos esses cuidados, é possível tomar uma só decisão. Estamos falando da contratação de um agenciamento marítimo (também conhecido como shipping agency). 

O que acontece é que o agenciamento marítimo funciona como um facilitador para os armadores e afretadores. 

Dizemos isso porque o agente marítimo (profissional que trabalha nas empresas de agenciamento) fica a cargo de todos os assuntos burocráticos e relacionados ao embarque e desembarque das mercadorias. 

Então, basicamente, o agenciamento marítimo cuida de: 

  • operações de atracação; 
  • chegada aos portos;
  • documentação;
  • despacho aduaneiro. 

Todo esse acompanhamento faz com que os transportes, importação e exportação de mercadorias saia como o planejado. 

Inclusive, claro, evita o processo de demurrage e, consequentemente, o prejuízo para o armador. 

Conheça as vantagens de agenciamento marítimo oferecidas pela Lachmann!

Conclusão 

Neste conteúdo, nós falamos sobre como evitar a demurrage. Como vimos, — o termo que significa estadia, em francês, — representa um tipo de atraso no transporte marítimo. 

Mais especificamente, na demora para a devolução de contêiner usado no transporte de cargas. 

Lembrando que a demurrage começa a contar quando a carga chega ao porto de destino até a devolução do contêiner ao porto de desembarque. 

Além disso, a multa é aplicada em dólar e conta por dia.   

Já para evitar esse atraso e, consequentemente, prejuízo para armador, o melhor é contar com um agenciamento marítimo. 

A partir dessa contratação, você pode ficar mais tranquilo, a respeito das cargas e descargas que necessita fazer. 

Tenha mais rapidez, segurança e sucesso nos negócios com a Lachmann!

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *