Palavra Incoterms destacada num background azul

Incoterms: entenda quais são e como funciona cada um na prática

Os Incoterms surgiram de uma iniciativa para universalizar as relações entre países para uma fluidez maior no comércio exterior, por isso, o termo é uma abreviação de International Commercial Terms, que numa tradução livre seria Termos Internacionais de Comércio.

Isso estabeleceu um padrão para que as documentações e burocracias envolvidas no processo de comércio entre países fossem amenizadas e isso confere mais agilidade para as empresa

Para empresas que operam no comércio internacional é importantíssimo conhecer os Incoterms pois isso será fundamental para que os cálculos da sua logística sejam feitos de maneira mais otimizada.

Então vem com a gente e descubra os detalhes e as regras estabelecidas nos Incoterms.

Boa leitura!

O que são Incoterms?

Os Incoterms são essa amálgama de palavras e não é por acaso, pois desde seu surgimento, o objetivo era universalizar os termos mais utilizados no comércio exterior, a fim de acelerar o desembaraço aduaneiro.

Eles definem os direitos de deveres tanto do exportador quanto do importador, deixando claro as responsabilidades de cada uma das partes dentro de uma negociação internacional.

Os principais termos contemplam as seguintes funções: local de entrega da mercadoria que é de responsabilidade do exportador e quem paga o frete internacional.

A lista dos incoterms é atualizada pela Câmara de Comércio Internacional (CCI) que foi quem passou a instituir algumas regras relacionadas ao comércio exterior, e a partir do ano de 1980, ficou decidido que haveria uma alteração nos Incoterms a cada 10 anos. 

Sendo assim, a mudança mais recente foi acordada em 2020 e a próxima mudança deverá vir na reunião da cúpula da CCI em 2030.

Homem segurando quadradinhos com ícones ilustrados e uma Icoterms escrito sobre os blocos

O que o Incoterms significa?

Incoterms é um amálgama de abreviações, sendo In = International, Co = Commercial & Terms = Termos, que em português seria Termos Internacionais de Comércio, e esse nome é bastante acurado para se referir a função desses termos para o comércio exterior.

Qual o objetivo de Incoterms?

A ideia da Câmara de Comércio Internacional foi criar uma lista de termos que simplificassem os contratos de comércio internacional por meios de termos que definem as obrigações de cada parte numa relação de compra e venda.

Como são termos aceitos por praticamente todos os países, eles padronizam os contratos e fazem com que o processo flua mais rapidamente e com muito menos burocracias.

Quais são os Incoterms?

A última mudança nos Incoterms aconteceram em 2020 e vamos explicar exatamente quais foram essas alterações num tópico mais à frente, por ora, vamos ver quais são os termos atuais que após a última atualização totalizam 11:

  1. EXW – Ex Works – Na Origem (local de entrega nomeado)
  2. FCA – Free Carrier – Livre No Transportador (local de entrega nomeado)
  3. FAS – Free Alongside Ship – Livre Ao Lado Do Navio (porto de embarque nomeado)
  4. FOB – Free On Board – Livre A Bordo (porto de embarque nomeado)
  5. CPT – Carriage Paid To – Transporte Pago Até (local de destino nomeado)
  6. CIP – Carriage And Insurance Paid To – Transporte E Seguro Pagos Até (local de destino nomeado)
  7. CFR – Cost And Freight – Custo E Frete (porto de destino nomeado)
  8. CIF – Cost Insurance And Freight – Custo, Seguro E Frete (porto de destino nomeado)
  9. DAP – Delivered At Place – Entregue No Local (local de destino nomeado)
  10. DPU – Delivered At Place Unloaded – Entregue No Local Desembarcado (Local de destino nomeado)
  11. DDP – Delivered Duty Paid – Entregue Com Direitos Pagos (local de destino nomeado)

A seguir vamos entender um pouco mais sobre cada grupo de Incoterms que dividimos pelas letras iniciais de cada uma dessas siglas.

Ilustração com ícones para 5 grupos de Incoterms. Atrás, uma pessoa desfocada seleciona uma delas com o dedo

Incoterms do grupo F

Começando pelos Incoterms do grupo F que são: FCA, FAS e FOB, e neste grupo temos termos que transferem o risco e cobertura de custos ao exportador, sendo que o frete não é pago por quem está exportando.

Free Carrier (Livre a bordo), Free Alongside Ship (livre ao lado do navio) e Free on Board, são modalidades de transporte que impactam no valor do frete, então, esses Incoterms padronizam isso para facilitar os contratos.

Incoterms do grupo C

No grupo C temos quatro termos CFR, CIF CPT e CIP e são Incoterms que regulamentam a responsabilidade do frete por parte do vendedor, antes da mercadoria chegar ao destino.

Incoterms do grupo E

No grupo E temos apenas um único Incoterm que é o EXW ou Ex Works, onde quem está exportando se responsabiliza por entregar a mercadoria num local e data específicos, onde o comprador passa a arcar com transportes e assume todos os riscos.

Incoterms do grupo D

Por fim, no grupo D temos o DAT, DAP e DDP que são os Incoterms nos quais as responsabilidades ficam por conta do importador a partir da chegada da mercadoria no país.

Cabe ao exportador garantir que a carga chegue ao país destino intacta e sem embaraços.

Mãos sobre cartaz com palavras do comércio exterior e incoterms em destaque

Mudanças mais recentes nos Incoterms (2020)

As alterações no Incoterms acontecem a cada 10 anos, então, a última foi em 2020, e o que podemos destacar são os seguintes pontos de mudança:

  • Diferentes níveis de cobertura nos seguros CIF e CIP
  • Acordos para transporte próprios no FCA, DAP, DPU e DDP
  • O DAT (Delivered At Terminal) mudou para DPU (Delivered At Place Unloaded)
  • Incluiu requisitos para reforçar a segurança na obrigação dos custos de transporte
  • Prevê a necessidade em relação a Bill of Lading (conhecimento de embarque) em seguir as regras do FCA (Free Carrier)

Você também pode se interessar em saber sobre as modalidades de frete internacional

A maioria dos Incoterms têm como função primária regulamentar e simplificar processos relacionados ao frete internacional, mas para isso, você tem a opção de conhecer as modalidades disponíveis para planejar melhor a sua logística.

Já fizemos um conteúdo bem completo sobre as modalidades de frete internacional que vale a pena conferir. Mas, por ora, o que você precisa entender é que a escolha do frete pode ser determinante para o sucesso da sua operação.

Porém, se você quer ter tranquilidade no seu processo de importação ou exportação vale a pena ter uma assessoria especializada em comércio exterior.

O Agenciamento Marítimo da Lachmann possui cobertura nacional, além de agentes ao redor do mundo todo. Tudo o que você precisa para tornar sua logística ainda mais eficiente e segura você encontra aqui. Saiba mais! 

Conclusão

Os Incoterms foram concebidos para facilitar a vida do exportador e do importador numa escala mundial, e de certa forma vem cumprindo bem esse papel.

Para sua empresa operar no comércio internacional, vale a pena se familiarizar com esses conceitos, mas para não ter erro no processo, confira as soluções que a Lachmann tem para ajudar a sua empresa.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *