carga a granel

Tudo sobre carga a granel: tipos, dicas e como transportar com segurança

O empresário que em algum momento trabalhou com commodities no comércio exterior pode estar familiarizado com o conceito de carga a granel, mas você sabia que existem vários tipos?

Em geral, toda mercadoria que é embarcada em sacas, fardos, tambores, engradados e afins podem ser consideradas cargas a granel e para cada uma delas haverá particularidades no transporte e até na documentação.

Por isso, vamos te explicar tudo sobre essa modalidade de carga, as formas de transportar com segurança e também algumas dicas para você se beneficiar desse transporte.

Boa leitura.

Carga a granel: entenda o que caracteriza

Basicamente, todo transporte de mercadoria que não é embalado individualmente pode ser considerado carga a granel e invariavelmente irá precisar de um serviço de estivagem antes de ser carregada na embarcação.

No Brasil temos o agronegócio como um dos nossos principais setores na exportação de produto, e como vendemos muitas commodities como soja, petróleo bruto e outros minérios, utilizamos muito o transporte a granel.

De fato, o exemplo mais comum de carga a granel são os insumos agrícolas, porém, maquinários e veículos de grande porte que vão soltos na embarcação, podem ser caracterizados dentro da modalidade de transporte a granel.

Existem diferentes tipos de carga a granel

Conforme vimos nos exemplos de grãos e equipamentos, existem diferenças grandes no que podemos considerar como carga a granel, por isso, é importante você conhecer os principais tipos de mercadoria que são transportadas neste modal.

O que é granel líquido

O nome entrega bem o conceito, pois estamos falando de cargas líquidas como água, combustíveis, óleos e sucos que vão para navios especiais para transporte de líquidos, como falamos no artigo sobre tipos de embarcações.

Exemplos de granel líquido

O Brasil é um grande exportador de líquidos, um belo exemplo disso é nossa exportação de petróleo bruto, mas também exportamos suco de laranja e outros combustíveis refinados como etanol de cana de açúcar.

Para entender bem como diferenciar o conceito de “à granel” é o próprio suco, então, se o transporte é feito numa embarcação especial com o liquido em tanques ou toneis, pode ser considerado carga a granel.

Porém, se eu transporto esse mesmo suco, em garrafinhas de 500ml com a etiqueta da minha empresa, isso deixa de ser um transporte a granel e passa ser uma carga de mercadoria comum.

Essa mesma lógica valerá para os demais produtos a granel.

O que é granel sólido (granel seco)

O granel sólido ou seco é comumente relacionado aos grãos, e diferente do líquido, não precisa de uma contenção especial, podendo ser transportado solto em contêineres após a estivagem como falamos no início.

Exemplos de granel sólido (granel seco)

Os maiores exemplos de granel sólido são os insumos oriundos do setor agrícola, que compõem grande parte das exportações brasileiras.

Os principais grãos secos transportados a granel são:

  • Feijão
  • Carne
  • Milho
  • Soja
  • Café
  • Trigo

Enfim, praticamente todos os produtos de origem agrícola podem ser transportados a granel, pois isso traz algumas vantagens competitivas para o vendedor.

O que é carga neogranel

As cargas neogranel é uma caracterização para os produtos que vão “soltos” na embarcação mas tem volume o suficiente para ser agrupado em lotes num único embarque.

Os principais exemplos de carga neogranel são veículos, máquinas agrícolas, equipamentos tubos, aço, cabos, dentre outros insumos, geralmente relacionados à indústria.

como transportar carga a granel

Como transportar carga a granel?

Para transportar carga a granel líquida, utiliza-se embarcações ou caminhões tanque devidamente preparados para conter a carga. No caso do granel seco, é mais comum o uso de navios bulk para transporte marítimo ou caminhões truck como bitrens e carretas.

Conheça alguns veículos utilizados para transporte a granel

Normalmente por aqui focamos no transporte marítimo que é mais utilizado no comércio exterior, porém, o transporte a granel é feito em grande parte pelo modal rodoviário, pois a produção agrícola é distante dos portos, a não ser que haja portos secos próximos à produção em questão.

Por isso, vamos ver os principais veículos do transporte de carga a granel.

Sólidos:

  • Carreta LS
  • Caminhão truck
  • Caminhão com carroceria basculante (para materiais como brita ou areia)
  • Bitrem
  • Rodotrem

Líquidos:

  • Caminhão-tanque para o transporte de combustíveis
  • Caminhão-pipa
  • Caminhão cisterna

No modal marítimo a principal embarcação utilizada no transporte de carga a granel é o navio graneleiro, e falamos sobre essa e outras embarcações especiais neste post.

dicas para tansportar carga a granel

Dicas para a sua logística de carga a granel

O transporte de carga a granel é uma boa maneira de otimizar os custos da logística, pois convenhamos, quando você não precisa embalar individualmente seu produto com etiqueta e afins, o preço final pode ser bem mais competitivo.

Portanto, acompanhe algumas dicas para implementar uma logística de carga a granel vantajosa para o seu negócio.

Contrate uma transportadora especializada

Alguns problemas podem ocorrer com cargas a granel como derramamento por exemplo, por isso, é fundamental que você busque uma empresa que seja especialista nesse tipo de transporte para mitigar as suas perdas.

Principalmente para cargas líquidas é importante que o veículo seja devidamente preparado para conter o tipo de insumo embarcado ali, e isso implica diretamente com nosso próximo item.

Fique atento a legislação

As cargas a granel possuem leis específicas aqui no Brasil que você precisa levar em conta para não ter problemas com desembaraço.

No transporte de sólidos no modal rodoviário, por exemplo, a lei diz que a carga deve estar em veículo com lateral da carroceria fechado para que não haja derramamento da mercadoria na pista.

embarcacao com carga a granel

Uso de veículos e embarcações apropriadas

Esse item é um pouco óbvio, mas muita gente não se atenta na hora de escolher uma transportadora e acaba contratando uma que não tem na frota o veículo correto para transportar o seu produto.

O principal que você precisa considerar é a segurança da carga, por isso o veículo ou embarcação correta faz toda diferença;

Documentação própria 

Como mencionamos, há legislações específicas para o transporte de carga a granel, o que implica em documentação especial, principalmente no comércio exterior.

Por isso, busque assessoria especializada para te ajudar em todo o processo de transporte e desembaraço da sua carga a granel.

Os Terminais Alfandegados Lachmann são referência em gerenciamento de armazenagem e logística integrada de mercadorias. Clique para conferir todas as informações!

Conclusão

Por fim, conhecer sobre carga a granel é importante para que você elabore uma solução logística eficiente para sua empresa.

Como vimos, muitos produtos podem ser transportados no modo a granel e isso pode ser uma maneira de otimizar seus custos, por isso, fale com nossos especialistas aqui da Lachmann para conhecer as soluções logísticas que podemos agregar ao seu negócio.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *