Informações sobre conhecimento de embarque.

Conhecimento de Embarque: tudo o que você precisa saber

O comércio exterior brasileiro sempre foi muito importante para a economia brasileira, ainda mais nos últimos anos com os incentivos do governo para fomentar as exportações.

Não dá para ingressar nesse mundo sem o conhecimento de embarque.

São vários os documentos utilizados na importação e na exportação, e um deles é o conhecimento de embarque, sem o qual os produtos não vão deixar os portos,

Ou seja, toda mercadoria que deve ser enviada de um ponto a outro, precisa ser acompanhada da documentação que identifica o remetente, destino, e outras características importantes para a identificação da carga.

Muitos desses itens estão presentes no conhecimento de embarque.

Então, vem entender tudo sobre a importância e como emitir o conhecimento de embarque para sua empresa atuar no comércio exterior.

Boa leitura.

O que é o conhecimento de embarque?

Imagem com um carimbo validando um documento, ilustrando o conhecimento de embarque.

O conhecimento de embarque é um dos documentos que precisa ser emitido pela transportadora envolvida no processo de importação ou exportação de produtos, e é um dos mais importantes para validar as operações.

Em inglês, o termo é conhecido como bill of lading, e como estamos falando de comércio internacional, é fundamental conhecer o termo também na língua que é mais utilizada.

Na prática, são sempre muito parecidas, porque o conhecimento de embarque basicamente precisa listar de forma técnica alguns dados que vão identificar a carga, até para que haja uma conferência no embarque e desembarque.

Principais finalidades do conhecimento de embarque

É uma das documentações obrigatórias e fundamentais para o processo de comercialização de mercadorias internacionais, e cumpre algumas finalidades bem específicas para os trâmites.

Podemos dividir em 3 funções principais o conhecimento de embarque, e são elas?

  • Reconhecimento de que foram carregadas as mercadorias
  • Listar as evidências do termo de contrato de transporte e frete
  • Informar as propriedades da mercadoria

Essas 3 finalidades vão estar em todos os conhecimento de embarque, em vários modais, e também podem ser complementado com outras informações que vão auxiliar o desembaraço aduaneiro das suas cargas.

Tipos de Conhecimento de Embarque

Apesar de ser um documento que contempla as 3 finalidades citadas acima e ter um padrão de preenchimento e aplicação, cada modalidade de transporte vai exigir um conhecimento de embarque com certas especificidades

Inclusive, a depender do modal, pode até aparecer com outra nomenclatura, por isso fique bem atento para não fazer confusão na hora de emitir e preencher a documentação.

O melhor caminho é sempre ter algum tipo de assessoria de uma empresa especialista em comércio exterior.

Nos acompanhe, vamos explicar um pouco melhor cada um dos tipos de conhecimento de embarque para você não se perder no processo de importação e exportação.

Rodoviário – CRT (Conhecimento de Transporte Rodoviário)

O CRT é o documento que deve ser de porte obrigatório para que cargas possam ser transportadas pelo modal rodoviário entre países.

Com esse documento em mãos é que será feita a liberação da carga nas aduanas dos países destinos, que sejam signatários do Acordo Sobre Transporte Internacional Terrestre (ATIT).

É o tipo de conhecimento de transporte que é emitido em 3 vias originais, e um fica com a transportadora, outro com o comprador e uma terceira sempre acompanhando a carga para liberação aduaneira nos países.

Marítimo – BL (Bill of Lading)

Navio com cargas importadas chegando em um porto, iliustrando o conhecimento de embarque, também chamado de bill of lading.

Esse é o conhecimento de embarque mais utilizado, afinal é do modal que representa mais de 80% de todo o comércio no mundo, por conta das inúmeras facilidades que esse tipo de transporte permite, com várias embarcações distintas como já falamos por aqui.

Você também encontra esse documento pelo nome de “bill of lading” ou apenas pela sigla BL, e é o que vai permitir que sua carga seja liberada no porto do país destinatário.

Aéreo – AWB (Airway Bill); MAWB (Master Airway Bill); HAWB (House Airway Bill)

O modal aéreo não é tão utilizado quanto o marítimo, até porque estamos falando de uma modalidade bem mais cara, porém agiliza e muito as entregas e podem ser interessantes para alguns tipos específicos de produto.

Para esse tipo de transporte, o conhecimento de embarque aéreo também é chamado de AWB (Airway Bill), e é emitido pela companhia aérea que está no controle da logística da mercadoria.

As outras versões são a MAWB (Master Airway Bill) e HAWB (House Airway Bill) que vão compreender situações para mercadorias e condições de transporte específicas.

Ferroviário – TIF/CTF (Conhecimento de Carga Ferroviária)

Para transporte ferroviário, o conhecimento de embarque é chamado de TIF que é utilizado para trânsito de cargas e pessoas entre países signatários do acordo internacional.

Multimodal – (Throughbill of Lading)

O conhecimento de carga multimodal, como o nome diz, é aquele que contempla várias modalidades de transporte, mas não é exatamente um coringa que serve para qualquer transporte.

Na verdade, é um documento que contempla várias etapas do percurso da mercadoria, ou seja, para cargas rodoviárias, que a partir de um ponto precisam seguir de barco, utilizam o conhecimento de embarque multimodal.

Informações importantes do Conhecimento de Embarque

Você já viu que o conhecimento de embarque é obrigatório e tem um padrão a ser seguido, então, algumas informações são imprescindíveis para validar o documento.

Os dados essenciais para os vários modais são:

  • Tipo e quantidade de itens embarcados, inclusive com descrição da mercadoria e classificação fiscal, peso bruto e líquido, dimensão e cubagem dos volumes
  • Nome e endereço completo das partes (exportador, importador e consignatário)
  • Local de embarque (origem) e descarga (destino), como portos e aeroportos
  • Dados do meio de transporte (avião, navio etc.)
  • Valor e forma de pagamento do frete

A importância do conhecimento de embarque para a logística

Operadores conferindo a chegada de carga importada em containers, ilustrando a importância do conhecimento de embarque.

Sem o conhecimento de embarque, sua carga não vai sair da aduana, e não tem jeitinho que resolva, por isso é um documento fundamental que deve sempre ser preenchido adequadamente para cada modal utilizado.

Para sua logística, é importante também para um planejamento bem mais efetivo, que possa agilizar a entrega ou recebimento das cargas, inclusive otimizar os custos.

A maneira de fazer isso com ainda mais assertividade, é por meio da assessoria de quem entende realmente de comércio exterior. Assim você evita dores de cabeça como o ônus por demurrage de container, por exemplo.

O Agenciamento Marítimo da Lachmann possui cobertura nacional, além de agentes ao redor do mundo todo. Tudo o que você precisa para tornar sua logística ainda mais eficiente e segura você encontra aqui. Saiba mais! 

Conclusão

Entendendo o conhecimento de embarque e sua função prática no funcionamento dos processos de importação e exportação, ficou claro que sua empresa não pode ficar sem esse documento e nem fazê-lo de qualquer jeito.

Preencha sempre os dados corretamente, e busque auxílio de profissionais de comércio exterior para te ajudar a entender quais os modais podem ser mais adequados para sua operação, e assim otimizar o translado e os custos.

Conte com a Lachmann para ter um parceiro experiente nesta e outras documentações.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *