Navio de exportação cheio de contêiners fazendo alusão ao que é conhecimnto de carga

Conhecimento de carga: tudo o que importadores, exportadores e armadores precisam saber

Com todo o fomento às exportações por parte do Governo Federal, o comércio exterior tem estado em alta, e sabendo como ingressar, isso pode ser uma oportunidade incrível para o seu negócio.

Mas antes de pensar em internacionalizar sua marca, seja via importação ou exportação, é preciso saber bem os processos envolvidos, e entre eles, o conhecimento de carga é um dos mais fundamentais.

Os documentos no comércio exterior são uma realidade que você não vai se livrar, e mais ainda, é importante emitir e preencher corretamente para ter sucesso, por isso entender esses processos é o que vai definir o seu sucesso no mercado internacional.

Confira agora tudo que você precisa saber sobre o conhecimento de carga.

Boa leitura.

Entenda o que é conhecimento de carga

Profissionais uniformizados do porto fazendo o conhecimento de carga em um navio

O conhecimento de carga é um dos documentos mais importantes dentro dos processos de comércio exterior e é indispensável tanto para a importação quanto exportação, e quem emite é o transportador.

Muitas vezes é confundido com o conhecimento de transporte o CT-e, mas este é referente a transportes comerciais dentro do país, já o conhecimento de carga é sobre transações internacionais.

Isso porque este documento faz parte do contrato entre transportador, armador, embarcador e outros agentes de carga, a depender do tipo de mercadoria que será transportada, tipo de embarcação, etc.

Portanto, conhecimento de carga e Bill of lading são a mesma coisa?

Na prática conhecimento de carga e bill of lading são exatamente o mesmo documento e cumprem as mesmas funções, essa diferença de nomenclatura pode variar.

Em algumas transações você verá como conhecimento de embarque, conhecimento de transporte ou apenas pela sigla BL (Bill of lading).

Como no comércio exterior estamos falando de trocas internacionais, idealmente utilizar o nome bill of lading é mais adequado pois será assim em qualquer lugar do mundo.

Vale ressaltar que a terminologia bill of lading tem a ver com o transporte de modal marítimo, mas como no comércio exterior corresponde a mais de 80% das transações, costuma ser o mais utilizado.

A importância do conhecimento de carga

Para logística internacional, o conhecimento de carga será o principal documento para o sucesso das operações de transporte, por isso seu preenchimento deve ser feito corretamente.

Basicamente é um documento fundamental para que a transportadora possa ter uma fiscalização agilizada das cargas que está transportando, seguindo exatamente os pré requisitos do comércio internacional.

Registra o embarque da mercadoria com todas as especificações, como origem, destino, datas e etc, e a posse deste documento garante que quem exportou receba o pagamento e quem está recebendo a carga possa fazer a liberação da mercadoria na aduana.

Quem emite o Conhecimento de Carga?

Documento de exportação com assinaturas de quem emite o conhecimento de carga

A emissão do conhecimento de carga fica por conta da empresa transportadora e pode estar em contrato com o embarcador pois todas as etapas desse transporte precisarão deste documento para serem validadas.

Cada operação de transporte que sua empresa fará, será necessária a emissão de um conhecimento de carga detalhando todas as especificações da mercadoria para que possa ser fiscalizada e liberada nas respectivas aduanas.

O conhecimento de carga (BL) também serve como recibo de carga

Justamente por ser um documento com todas as informações da carga, o conhecimento de embarque serve sim como um recibo e tem todo valor legal para ser usado como comprovante do serviço entre a transportadora e o remetente.

Funciona para algumas finalidades básicas, por isso é um documento completo e vital para as operações de transporte, tanto domésticos quanto internacionais.

Logo, o conhecimento de carga é também um documento da posse da mercadoria

Além de ser um documento de posse da mercadoria, o conhecimento de carga atende a 3 funções principais.

A primeira delas é como contrato entre transportadora e o embarcador, a segunda é como um recibo de carga que já mencionamos, e por fim, funciona com um documento que atesta a posse da mercadoria, por isso é tão importante nos processos de comércio exterior.

Entenda o que é o conhecimento eletrônico – CE

Celular encostado sobre um notebook sobre a mesa com a tela aberta na página de conhecimento de carga eletrônico

Nesse esforço do Governo Federal para fomentar e desburocratizar as exportações e importações, os órgãos responsáveis oferecem maneiras mais práticas para emissão do conhecimento de carga e outros documentos.

Por isso, temos o Conhecimento Eletrônico (CE) que serve para várias finalidades relacionadas a transporte de mercadorias em território nacional e também para exportar.

No comércio internacional, a e-BL (Electronic Bill of Lading) já é uma realidade amplamente utilizada e tem agilizado muito os processos de comércio exterior, no Brasil, tem caminhado aos poucos mas a tendência é que passe a ser a versão mais utilizada deste documento.

Confira algumas informações contidas no CE

Toda a emissão do conhecimento eletrônico de transporte é feita direto no site da Fazenda e há toda uma sessão própria para isso.

Algumas informações serão utilizadas na maioria dos documentos de conhecimento eletrônico, mas em se tratando do conhecimento de carga especificamente, os dados da mercadoria serão os principais componentes na hora do preenchimento.

Essas informações são: tipo e quantidade de itens embarcados com toda descrição da mercadoria e classificação fiscal, peso líquido e bruto, dimensão da carga e volume total.

Também constarão os dados da empresa, como nome e endereço completo das partes envolvidas, exportador, importador e consignatário.

Tipos de conhecimento de carga

A divisão dos tipos de conhecimento de carga se dá principalmente por conta do modal de transporte utilizado no transporte dessas mercadorias.

E para cada modalidade de transporte há um nome diferente como veremos na relação abaixo:

  • Rodoviário – CRT (Conhecimento de Transporte Rodoviário);
  • Marítimo – BL (Bill of Lading);
  • Aéreo – AWB (Airway Bill); MAWB (Master Airway Bill); HAWB (House Airway Bill);
  • Ferroviário – TIF/CTF (Conhecimento de Carga Ferroviária); e
  • Multimodal – (Throughbill of Lading).

Sabemos que na prática pode ser um pouco mais complicada a emissão e preenchimento correto desse documento, por isso é fundamental ter assessoria de uma empresa especialista em comércio exterior para ser mais assertivo nesse processo.

O Agenciamento Marítimo da Lachmann possui expertise para te auxiliar com tudo isso, além de toda uma infraestrutura de suporte. Saiba mais!

Conclusão

O conhecimento de carga é sem dúvidas o documento mais fundamental para o transporte internacional, justamente por compreender 3 funções importantes, que é a comprovação de contrato entre transportador e embarcador, posse da carga e recibo, o que permite que todas as partes envolvidas obtenham sucesso na empreitada.

Sendo assim, esse é um dos documentos que será parte do dia a dia da sua empresa que vai atuar no comércio exterior, e agora que você entende a importância dele, é bom buscar soluções práticas para não errar.

Confira o serviço de agenciamento marítimo da Lachmann e evite dores de cabeça com as suas documentações no comércio exterior.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *