Navio cheio de carga com tipos de rebocadores fazendo a manobragem para embarcação

Tipos de rebocadores: conheça para não ter dúvidas na hora de contratar um

O transporte marítimo está sujeito às condições naturais, e acidentes acontecem e podem atrasar a logística mundial, como ocorreu com o Navio da Evergreen que encalhou no canal de Suez em 2020 e novamente nos EUA recentemente.

A solução para esse e outros problemas relacionados à mobilidade de navio, acontecem com o uso de tipos de rebocadores, mas seu uso vai muito além da função de desencalhar embarcações.

Imagine um grande porto, com vários navios aportando para descarregar e outros saindo carregados, a forma mais prática de organizar seus posicionamentos é utilizando um rebocador, e hoje, há modelos dos mais variados.

Confira no artigo de hoje tudo sobre os tipos de rebocadores e sua enorme importância para a fluidez das logísticas portuárias.

Boa leitura!

Para que servem os diferentes tipos de rebocadores de navios?

Navios com carga sobre o mar fazendo alusão as diferentes necessidads de tipos de rebocadores

Existem vários tipos de rebocagem, portanto, existem vários tipos de navios rebocadores a serem aplicados em diferentes situações de manobra.

O maior uso sem dúvidas é no porto, pois é onde mais manobras são necessárias para a escoagem das mercadorias.

Existe também a rebocagem oceânica, ou seja, aquela que acontece em alto mar, e apesar de rara pode acontecer eventualmente quando um navio perde propulsão por algum defeito mecânico.

Portanto, para cada uma dessas situações haverá um tipo de rebocador específico, com mais potência ou maior possibilidade de manobragem, por isso é importante conhecer os variados tipos de embarcações para esses fins.

Tipos de rebocadores: conheça e entenda como funciona cada um

Dentro dos tipos de rebocadores temos subcategorias que vão diferenciar a utilidade de cada um e qual momento serão utilizados.

Confira agora os principais tipos de rebocadores mais utilizados no manejo de embarcações portuárias.

Tipos de rebocadores com propulsão à vante

Esses são os tipos de rebocadores com o guincho, cabeço ou gato na popa, tem uma boa atuação trabalhando com o cabo da proa do navio e vem em duas subcategorias.

Rebocador trator com propulsão cicloidal

É uma embarcação de casco largo e plano que utiliza uma grande quilha ou skeg que direciona o fluxo da água para conferir maior estabilidade na hora de manobrar.

Costuma ser mais ágil na hora de alterar o sentido e intensidade da força para uma rebocagem mais eficiente.

Rebocador trator com propulsão azimutal

Esse tipo de navio rebocador combina as vantagens de outros dois tipos que são os rebocadores convencionais e o rebocador trator reverso, dessa forma, possuem um guincho avante e um guincho com um gancho a ré.

Ajuda a manobrar navios no porto e como funciona em ambos os sentidos consegue acoplar em qualquer embarcação.

Tipos de rebocadores com propulsão à ré

Seguindo na linha dos tipos de rebocadores, agora vamos entrar naqueles com propulsão a ré, que são bastante usados para desencalhar grandes embarcações, como foi no caso do Canal de Suez que falamos lá no início.

Portanto, vem conhecer as subcategorias dos rebocadores com propulsão a ré.

Rebocador convencional

Os rebocadores convencionais são os mais presentes nos portos e tem opções que funcionam com combustível e outras mais ecológicas, totalmente elétricas.

Na categoria dos rebocadores convencionais existem os modelos com um único eixo e com dois eixos e também são chamados de rebocadores trator.

Rebocador combinado

Os rebocadores combinados foram desenvolvidos para corrigir as falhas de um rebocador convencional e acessar locais e efetuar manobras que não seriam possíveis para outros modelos.

Sendo assim, o rebocador combinado consiste em um convencional com a implementação de um bow thruster 360 graus que permite manobras mais abrangentes para facilitar a movimentação de embarcações nos portos.

Rebocador trator reverso

Rebocador trator reverso ou ASD é uma embarcação de propulsão a ré que são distantes do seu centro de pressão, por isso conseguem ficar totalmente perpendiculares ao costado do navio e consegue atuar em uma boa velocidade.

Rebocador com propulsão azimutal à ré – ASD (Azimuth Stern Drive)

Na linha dos tratores reversos, temos o modelo ASD (Azimuth Stern Drive) que são modelos de propulsão a ré no sentido azimutal bem como os tratores reversos mencionados.

Um rebocador ASD tem dois pontos de reboque, a vante e a ré, com guincho de reboque e utilização de cabo.

É sem dúvidas o tipo de rebocador mais utilizado nos portos brasileiros.

Navio cheio de carga com tipo de rebocadores à disposição para realização da manobragem

Tipos de rebocadores: entenda os diferentes métodos de rebocar um navio

Existem alguns tipos de métodos utilizados na hora de executar um reboque, e o primeiro que vamos abordar é o reboque com cabo que sai da proa ou da popa e é chamado também de método europeu. Tem a vantagem de atuar nas extremidades da embarcação gerando maior alavanca para reboque.

Outro tipo de rebocagem é na proa, muito utilizada para rebocar navio sem propulsão pois é uma posição que permite um tração a vante bem eficiente.

Já a rebocagem na popa facilita a movimentação do navio, sendo indicado seu uso para manobrar um navio que esteja desgovernado.

Para fechar, as demais ações que podemos ver na rebocagem  é a ação direta e indireta, sendo a direta a forma mais comum para manobrar um navio utilizando cabo. A ação indireta tende a ser uma opção mais eficiente para a rebocagem.

Enfim, essas são as principais atuações dos tipos de rebocadores mais utilizados na logística portuária mundial.

Navio cargueiro com modelos de rebocadores à disposição antes de fazer a manobra para estacinoar em porto

Além do navio rebocador, conheça também os diferentes tipos de navios

Como vimos, temos vários tipos de navios rebocadores para vários usos, porém, no comércio exterior há tipos de navios de carga, cada um para um tipo de transporte diferente.

Fizemos um artigo bem completo sobre cada tipo de navio e seus usos, vale a pena conferir, mas vamos recapitular alguns dos principais navios de carga.

A lista de tipos de navios é longa, mas alguns modelos são mais utilizados, principalmente no contexto das exportações e importações brasileiras.

Geralmente se divide em 3 tipos:

  • Navios de Transporte
  • Navios de Carga
  • Navios de Guerra

Os de transporte são os que levam passageiros, como cruzeiros e afins, já os navios de guerra são utilizados pelas instituições militares para patrulhar a costa e fazer exercícios de guerra em tempos de paz.

Para o comércio exterior, os navios de carga são os mais relevantes, e aí temos vários subtipos como:

  • Navios graneleiros
  • Navios frigoríficos
  • Navios Petroleiros
  • Navios Porta Veículos (Ro-ro)
  • Navios para cargas vivas
  • Navios gaseiros

Fica claro que cada tipo de embarcação tem a finalidade de transportar um tipo de carga com segurança, e isso para quem quer ingressar no comércio exterior ou otimizar a sua operação logística é fundamental para o sucesso da operação.

Isso associado a uma boa assessoria de comércio exterior.

Com o Agenciamento Marítimo da Lachmann, você tem toda a expertise de quem entende do assunto para tornar sua logística ainda mais eficiente e sem percalços. Saiba mais!

Conclusão

Por fim, você ficou conhecendo alguns tipos de rebocadores, essas embarcações importantíssimas para uma boa logística portuária e a organização dos portos.

Cada um dos tipos tem suas finalidades específicas, no entanto, em caso de um imprevisto com o navio que leva sua carga, sem dúvidas será um desses rebocadores que irá salvar.

No entanto, em situações normais no porto, o rebocador será presença constante para organizar o fluxo de entrada e saída dos navios, portanto, é algo que vai fazer parte das suas operações de comércio exterior.

Se quiser saber mais, fale com nossos profissionais e entenda com um bom agenciamento marítimo pode ajudar a logística da sua empresa.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *