Frete marítimo: confira quais os tipos e taxas envolvidas

Frete marítimo é um assunto extremamente importante, independentemente se você importa ou exporta produtos. Afinal de contas,  o frete impacta diretamente no custo de todo negócio. 

A boa notícia é que dá para conseguir pagar fretes mais acessíveis. O primeiro passo, para isso, é justamente entender como funciona. 

Nós, da equipe Lachmann, reunimos os principais pontos sobre o assunto. Você vai compreender tudo.

Continue a leitura e aproveite as informações! 

O que é o Frete Marítimo

O frete marítimo é o serviço prestado pelos armadores pelo transporte das mercadorias e pago pelos exportadores e importadores, que precisam transportar suas mercadorias por via marítima. 

Por exemplo, ocorre quando produtores de soja brasileira contratam empresas para levar os grãos à China, aos países europeus etc.

O mesmo é feito por grandes empresas internacionais. Elas exportam medicamentos, bebidas, eletrônicos, fertilizantes e tantos outros produtos para o Brasil. 

Aliás, vale frisar que o transporte marítimo é o modal mais adequado para o transporte de grandes cargas. 

Isso porque os navios têm maior capacidade de carga, são mais seguros (quanto a roubo e avarias), dentre outros tantos benefícios desse tipo de transporte. 

Inclusive, o frete marítimo costuma ser mais em conta, se comparado com outros modais. Um fator decisivo!

Frete marítimo e Frete aéreo: entenda a diferença

Só para pontuar: o frete aéreo é o serviço prestado pelas empresas aéreas para transportar mercadorias por avião. 

Existem particularidades entre um tipo de transporte e outro. Estima-se que o frete aéreo custe pelo menos 10 vezes mais que o marítimo.

O custo elevado do transporte aéreo ao menos traz ganhos quanto ao tempo: transportar cargas por aviões é muito mais rápido. 

Certos percursos, de avião, podem ser feitos em poucas horas. Já de navio, o transporte pode levar dias e até semanas, mas por outro lado, o custo é muito menor. 

Outra questão, como já citado, é a que o transporte marítimo realmente suporta mais carga, além de ser bem mais acessível.

Então, na verdade, cada empresa precisa analisar os aspectos dos modais. Depois disso, ver quais se encaixam em suas próprias necessidades, orçamentos e prazos. 

Como calcular o frete marítimo

Quais as variáveis para calcular o valor do frete marítimo?

O valor do frete marítimo é calculado, principalmente, sobre as características das cargas (peso e dimensões para cargas break bulk ou peso para granéis e por container – 20’ ou 40’). 

Além disso, existem outros fatores que podem elevar ou diminuir o preço do transporte. 

Existem diferentes tipos de frete marítimo

O transporte marítimo para cargas em contêineres tem vários tipos de frete marítimo, mas existem dois que merecem mais atenção e destaque aqui. São eles o FCL e o LCL.

Veja mais sobre cada um deles a seguir:

FCL (Full Container Load)

O FCL é cobrado quando o importador ou exportador utiliza todo o espaço de um ou mais containers

Outros aspectos que definem o valor do FCL são os equipamentos utilizados, além do tempo de viagem e rota. 

LCL (Less Container Load)

O LCL já é o contrário do FCL. Ou seja, esse frete marítimo é cobrado quando não há o preenchimento total de um ou mais containers. 

A solução, para este caso, é fazer o compartilhamento do container com outras empresas, por exemplo. 

É válido dizer que a divisão é muito interessante para empresas que começaram, há pouco, a usar o transporte marítimo. 

Break Bulk

O frete cobrado para cargas break bulk é calculado por peso ou cubagem para cargas gerais não conteinerizadas.

O que influencia a cotação de frete marítimo internacional?

Desde o aumento do combustível, congestionamento nos portos de escala gerando impacto no supply chain global,  a conflitos entre países — assim como outros cenários, podem influenciar o valor do frete marítimo. 

Mau tempo, por exemplo, é uma situação comum, que pode atrasar a viagem dos navios. Afinal, isso gera aumento  no  consumo de combustível e tempo de viagem. 

A questão de oferta e demanda também causa variações. Por exemplo, quando o navio tem muito espaço, mas pouca oferta de cargas, a tendência é do frete diminuir.

Outro fator que influencia a cotação é a existência de guerras e conflitos entre países. Se o navio precisar navegar  em regiões do globo  onde há conflitos armados, o frete fica mais caro. 

O Agenciamento Marítimo da Lachmann pode ajudar a sua logística. Possuímos cobertura nacional, além de agentes ao redor do mundo. Saiba mais!

O que é o frete maritimo internacional

Conclusão 

A conversa, dessa vez, foi para abordar o frete para transporte marítimo. Você conseguiu compreender todas as questões no entorno do tema?

Vale frisar que o valor aplicado no frete marítimo, tanto na importação assim como na exportação de produtos, pode variar bastante de acordo com as variáveis que influenciam. 

O volume e o peso dos produtos, os portos utilizados na rota e outras tantas questões, são fatores que impactam nas variações do valor do frete marítimo. 

Antes de escolher um transportador marítimo para efetuar o transporte da sua carga, avalie muito bem todas as variáveis e conte com quem possa te ajudar a tomar uma boa decisão, planejando uma logística eficiente para evitar dores de cabeça como o demurrage de container.

Deseja simplificar todo o processo de transporte? Descubra mais como os serviços de agenciamento marítimo podem te ajudar! A Lachmann tem toda a experiência necessária para te ajudar!

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *